Sri Lanka

guide-voyage-sri-lanka-Anuradhapura-day1-
0

Meu guia de viagem do Sri Lanka

Aqueles que me seguem nas mídias sociais, sabem que nessas férias fui para o Sri Lanka.

Foi uma das minhas viagens mais incrível, e acredito que guardarei boas lembranças para toda minha vida, amei o país! Fiquei apaixonada pela essa ilha, que nos reserva muitas surpresas e com sua grande variedade: cultura, natureza, aventura, descoberta e as variedades de animais, montanhas e belas praias! Enfim, impossível não amar e pena que para esses momentos o tempo muito rápido!
 Segue aqui meu pequeno guia prático sobre minha viagem a Sri Lanka.

Fiquei no total 2 semanas, e para organizar a viagem tentei diversificar o máximo para que eu aproveitasse para relaxar e conhecer o máximo!

Day 1
Cheguei no aeroporto com um dia lindo, e fui diretamente ao norte em Anuradhapura.
No caminho, aproveitei para parar em Pinnawala para visitar os orfanatos dos elefantes, onde tive a oportunidade de vê-los tomando banho e brincando no rio. Já foi um momento mágico no início da minha viagem. 
 
Cheguei no final do dia em Anuradhapura, umas das cidades sagradas do triângulo cultural (com Polonnaruwa e Sigirya).
No dia seguinte passei toda manhã visitando as ruínas e seu imenso parque histórico. E como não tinha muito tempo, optei pela opção “mais facil e pratica” em tuk-tuk, mas é bastante aconselhável pegar todo o dia e alugar uma bicicleta para visitar calmamente.
Atenção aos macacos que são um pouco agressivos!

guide-voyage-sri-lanka-Anuradhapura-day1-4Processed with VSCO with s2 preset guide-voyage-sri-lanka-Anuradhapura-day1-3 guide-voyage-sri-lanka-Anuradhapura-day1-2

Day 2-3
O segundo dia fui para o nordeste da ilha na região de Trincomalee, precisamente em Nilaveli, uma magnífica estação à balnearia, com suas lindas praias de areias douradas. Um momento perfeito para relaxar, nadar e ainda aproveitei para fazer jet ski.
No dia seguinte fui para Pigeon Island National Park para mergulhar no meio dos corais, com centenas de variedades de peixes de todas as cores e ainda tive a chance de ver tubarões ponta-preta e uma tartaruga.
guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-trincomalee-day2-1 guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-trincomalee-day2-12
Day 4
Depois de 2 dias de puro relaxamento, hora de aventura e cultura. No quarto dia, fui para Sigiriya, que também faz parte do triângulo cultural da ilha. A atração principal da Sigiriya é a subida no Rocha de Leao. É uma imensa rocha, com um antigo fortaleza-palácio no seu topo. Visitei a Sigiriya em duas etapas, primeiro um passeio em um tuk tuk dentro do seu imenso jardim, e no dia seguinte, a famosa subida. Saí bem cedo (super recomendado, pois depois das 9 horas fica lotado!). A escalada dura entre 30 a 45 min, e durante a subida temos acesso da história, e passando pela galeria das Demoiselles de Sigiriya onde podemos observar relatos afrescos que datam do V século, e é impressionante. A subida da rocha foi sem dúvida o momento mais marcante dessa viagem. Atenção, não excitar os zangões na hora da subida.
guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-Sigirya-rocher-de-lion-day4-1. guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-Sigirya-rocher-de-lion-day4-3
Day 5-6
O quinto dia fui em direção a Kandy, antiga capital dos reis Cinghalais onde se encontra o templo Budista do Dente Sagrado do Buddha.
Depois de uma rápida volta na cidade, fui em direção a Santini, um hotel fora do comum, situado à 1 hora de Kandy, no meio das montanhas e das plantações de chá.
Assim que a gente chega nesse hotel, não temos mais vontade de ir embora. Fiquei dois dias nesse hotel num verdadeiro refúgio de paz. Mais detalhes no meu post aqui
FullSizeRender
santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-7
Day 7 
No sétimo dia, fui para Nuwara Eliya, a região mais alta da ilha, à 1900m de altitude.
Com colinas verdes, montanhas e muita plantações de chás. A gente vê logo que é uma antiga colônia inglesa, e é incrível essa troca de visual, com os estilos das casas tipicamente inglesas (e um tempo igualmente british, pois passamos de 35 à 15 graus).
Aproveitei também para visitar Pedro Tea Estate & Factore, uma das mais antigas plantações de chás, desde de 1885 e que promove um desenvolvimento sustentável e o comércio justo.

guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-nuwara-elyia-1 guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-nuwara-elyia-2

Day 8
Depois de acordar bem cedo, peguei o famoso trem que liga Elya à Ella, o mais antigo trem da ilha.
A gente aproveita a viagem, para admirar a paisagem no meio das montanhas e que atravessa plantações de chás e florestas de eucaliptos.
Cheguei as 13 horas à Ella, para almoçar na cidade e um passeio de tuk tuk até o Nine Arch Bridge para observar a famosa trajetória do trem.
guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-ella-nine-bridge-1 guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-ella-nine-bridge-2
Day 9
Mais um dia lindo e cheio de emoção!
Acordei bem cedo às 4h30, para poder ir no famosa Yala National Park. Pode observar búfalos, crocodilos, macacos, cervos e lindos pássaros coloridos. Mas o momento mais marcante foi quando cruzamos com uma família de elefantes. E depois de 5 horas de jeep, o safari terminou com maravilhosas memórias, que ficará guardada para sempre.
guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-yala-national-park
 
Day 10-11 
Depois de dias bem agitados, é hora de repousar um pouco.
Fui em direção ao sul da ilha, a parte mais tranquila da viagem. Com a primeira parada em Tangalle, onde fiquei no maravilhoso hotel Anantara , classificado com uns dos 50 melhores hotéis do mundo pela Conde Nast e o 9ème da Asia. Fiquei em ima apartamento com 85m2 e com minha piscina privada. O programa: Relaxar e relaxar!

guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-tangalle-anantara-2 guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-tangalle-anantara-1

Day 12-13 
Depois de Tangalle, direção Ahangama, uma pequena cidade de pescadores, situado à 30min de Galle, que tem um incrível forte classificado um patrimônio mundial da Unesco. Fiquei em Mosvold Villa, um magnífico hotel na praia. Mais informações no meu post aqui
guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-mosvold-villa-1 guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-mosvold-villa-2
Day 14
Para terminar bem a viagem, antes de pegar o avião, passei minha última noite à Colombo (capital da Sri Lanka), no hotel Movenpick. Aproveitei minha última noite para relaxar e tomar uns cocktails na beira da piscina com uma vista panorâmica da cidade.
Bom esse foi um pequeno resumo da minha viagem a Sri Lanka, uma viagem inesquecível eu super recomendo

guide-travel-sri-lanka-guide-de-voyage-colombo-movenpick

Bisous Bisous

H.

mosvold-villa-sri-lanka-galle-1
0

Tudo sobre o Mosvold Villa no Sri Lanka

 

O Hotel Mosvold Villa, fica situado de frente a praia à Ahangama no sul de Sri Lanka.

Meu quarto ao qual fiquei hospedada, era maravilhoso, com uma vista para o mar e um terraço com uma ducha e uma pequena piscina privada.

Dormi super bem, depois de todas excursões ao norte e no centro da Ilha durante a viagem.

O hotel era uns 30 minutos da cidade de Galle, classificado como um patrimônio mundial da Unesco.

Infelizmente não pude dar um mergulhinho no mar, pois estava muito agitado, mas a piscina a beira mar estava perfeita!

Amei  tomar água de côco (tomei vários, pois na França não tem e sinto muita falta) com a vista do mar.

E o super café da manhã com os esquilos que corriam de lado para outro pelo todo hotel, e não resistiam com um pedacinho mamão papaia que pegavam em nossas mãos.

A lagosta estava maravilhosa e ainda estou sonhando com os sucos de maracujá.

PS: 10% de desconto com o codigo hannahmosvold para cada reserva 🙂

www.mosvoldavilla.com

mosvold-villa-sri-lanka-galle-5 mosvold-villa-sri-lanka-galle-4 mosvold-villa-sri-lanka-galle-3 mosvold-villa-sri-lanka-galle-2 Bisous Bisous

H.

santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-2
0

Minha estadia no Santani no Sri Lanka

 

Situado à 1h de Kandy, o Hotel Santani é um verdadeiro refúgio de paz, o hotel oferece estadias calmas e sadias aos seus hóspedes.
Com seu estilo o Hotel se enquadra perfeitamente dentro de uma floresta.

Ao acordar, com todas as janelas envidraçada, a gente fica com uma vista panorâmica de toda floresta.

Para começar bem o dia às 7h da manhã, fomos fazer um curso de yoga. Amei, me senti relaxada e revigorada.

O café da manhã era perfeito, com muitas frutas, abacates, muesli e pancakes (miammm).

O restaurante era todo envidraçado e oferecia um vista panorâmica de 360 graus da floresta e as plantações de chás. O chefe propõem refeições gastronômicas adaptada aos clientes com produtos frescos e saudáveis. Amei com os 6 curry de frutas e legumes diferentes, um de frango e outro de peixe.

A piscina era maravilhosa. Achei o máximo nadar na piscina com toda vista da floresta e as plantações de chá.

Para completar, fui para o spa, depois de nadar na piscina aquecida, tive o privilégio da melhor massagem da minha vida! A massagista tinha dedos de fada. Estava tão relaxada que quase dormi na sauna!

Toda equipe do hotel era super atenciosa, adoraria ficar mais uma semana.

Ficará na minha memória esse hotel maravilhoso e atípico. Fiquei muito feliz e super recomendo!

http://www.santani.lk

santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-11FullSizeRendersantani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-7
santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-9 santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-8santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-5 santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-3santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-1santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-10santani-sri-lanka-hotel-travel-voyage-kandy-4

Bisous Bisous

H.

Página 1 de 11

© 2015 Avec Hannah   |   Design by Brandimage+